Bowling Green demite o técnico Mike Jinks após 4 derrotas seguidas

Bowling Green demite o técnico Mike Jinks após 4 derrotas seguidas

E a cabeça do primeiro técnico demitido do College Football rolou. Mike Jinks foi demitido do comando técnico da Bowling Green University, que compete na MAC e está com campanha 1-6 na temporada. A demissão ocorreu após a quarta derrota seguida da equipe em 2018 neste último sábado – um revés de 42-35 em casa contra Western Michigan. O coordenador ofensivo Carl Pelini será o treinador interino até o fim da temporada.

Contratado para substituir Dino Babers, hoje em Syracuse, Jinks não conseguiu repetir o sucesso do antecessor no comando técnico dos Falcons, que chegou a fazer uma campanha 10-4 e a vencer o título da MAC em 2015. Jinks, por sua vez, fecha a sua primeira (e possivelmente única) experiência como técnico principal em uma universidade com campanha 7-24: 4-8 em 2016, 2-10 em 2017 e 1-6 em 2018. O time está a um tropeço de estar matematicamente inelegível para a Bowl Season.

Em nota, a direção esportiva da universidade lamentou a demissão, citando que a decisão “afeta 11 famílias de técnicos e 112 estudantes-atletas”. Antes de aceitar o posto de técnico em Bowling Green, Jinks era treinador assistente em Texas Tech. No primeiro jogo da equipe já sem a sua presença, o time visita Ohio no próximo sábado precisando de uma vitória para manter a possibilidade de Bowl Season viva.

Attachment

felipe-michalski

Estudante de jornalismo da Universidade Federal de Santa Maria e criador do College Football Brasil. O College Football é uma loucura, então não tenha problemas cardíacos. Go Vols!